sexta-feira, 8 de agosto de 2014

Dicas para prevenção do colesterol

Dicas para prevenção do colesterol


Dia Nacional de Combate ao Colesterol acontece no dia 8 de agosto como forma de alertar os riscos do colesterol alterado para a saúde

 


O colesterol alterado é um mal que afeta quase metade da população brasileira, sendo um fator de risco modificável para as doenças cardiovasculares, ou seja, pode ser prevenido pela alimentação saudável e a prática de atividade física.  É uma substância importante para o corpo, já que participa da produção de alguns hormônios e da vitamina D, mas se torna prejudicial quando seu nível no sangue fica acima do normal, facilitando a formação de placas de gorduras nas artérias e prejudicando a passagem do sangue.

No dia 8 de agosto acontece o Dia Nacional de Combate ao Colesterol como forma de alertar a população sobre os riscos para a saúde que o colesterol alto causa. Entre as causas do alto colesterol estão a predisposição hereditária, hipertensão, diabetes, tabagismo, má alimentação e sedentarismo. Por não apresentar sintomas, o colesterol alterado é detectado por meio de exames no sangue, nos quais são analisados os níveis de colesterol total, LDL (colesterol ruim) e HDL (colesterol bom).

 

Após diagnóstico positivo, o primeiro passo é a mudança na dieta. De acordo com a nutricionista da Vitalin, Alline Cristina Schüncke, a alimentação é fundamental tanto na prevenção quanto no tratamento do colesterol alto. “Quando detectada a alteração no colesterol, recomenda-se mudanças nos hábitos alimentares como forma de incluir alimentos que tragam benefícios à saúde, já que por meio da alimentação é possível controlar os níveis de colesterol”, afirma a profissional.

Alimentos ricos em gordura saturada, trans, sódio e embutidos devem ser excluídos da alimentação. A prioridade é a variedade de frutas, legumes, verduras, cereais, temperos naturais em substituição ao sal, carnes magras cozidas, grelhadas ou assadas. O consumo de fibras também é importante, já que se “ligam” ao colesterol e favorecem a sua eliminação.  Além da alimentação, o combate ao sedentarismo é essencial para a prevenção do colesterol alto. A prática regular de atividade física ajuda a reduzir o LDL e favorecer o HDL. O ideal é, no mínimo, 30 minutos de exercícios por dia, de acordo com a Organização Mundial da Saúde.

A nutricionista Alline Cristina Schüncke dá dicas de alimentos que ajudam na prevenção e tratamento deste mal e, por isso, devem fazer parte de uma dieta que combate o colesterol elevado:

  
Amaranto: fonte de fibras, ajuda a reduzir o colesterol, a pressão arterial e a controlar a glicemia. O grão oferece todos os aminoácidos essenciais ao organismo, além do carboidrato e proteínas.


Quinoa: um dos alimentos mais completos que existe, ajuda a controlar o funcionamento intestinal, absorção de colesterol e glicose


Chia e linhaça: são fontes de ômega-3, um tipo de gordura essencial para o funcionamento do organismo e que ajuda na redução do colesterol ruim e controle da pressão arterial. A linhaça promove alterações hormonais, que podem ajudar a reduzir os níveis de colesterol total e LDL.


Chá verde: possui catequinas, um polifenol que ajuda no combate ao colesterol. Além disso, é interessante para o emagrecimento e tem ação digestiva.


Biomassa de banana verde: rica em amido resistente, um tipo de fibra que colabora para o crescimento das bactérias benéficas do intestino e que dificulta a absorção do colesterol.


Aveia: fornece fibras que contribuem para controlar o colesterol sanguíneo ao se ligarem aos ácidos biliares, reduzindo a absorção de colesterol e gordura.


Azeite extravirgem: rico em gorduras monoinsaturadas, que ajudam a aumentar o LDL e controlar o colesterol. Além disso, tem ação antioxidante. 

Confira uma receita sugerida pela nutricionista, que pode ser incorporada a um cardápio anticolesterol:


Kibe Assado com Amaranto


Rendimento: 15 porções

Calorias: 130 Kcal por porção

kibe_amaranto.jpg


Ingredientes:


Massa


1 kg de carne magra moída (patinho)

1 xícara (chá) de trigo para kibe deixado de molho por 1 hora

100g de Amaranto em Flocos Orgânico Vitalin

2 dentes de alho picados

1 cebola grande ralada

2 colheres (sopa) de salsa picada

¼ de xícara (chá) de hortelã picada

2 colheres (sopa) de Zaatar (tempero misto árabe)

Sal, pimenta moída e cominho a gosto

Azeite de oliva para regar


Recheio:


2 cenouras médias raladas

250 g de espinafre, picados com talo e tudo

1 dente de alho picado

1 colher (sobremesa) de azeite de oliva

Sal e pimenta-do-reino moída a gosto


Modo de Preparo:


Massa:


Escorra o trigo de kibe tirando todo o líquido possível. Acrescente os demais ingredientes misturando bem. Prove e ajuste o tempero se necessário. Em uma forma untada com azeite de oliva, distribua metade do preparado de carne. Distribua o recheio por toda a superfície. Cubra com o restante do preparado de carne. Alise a superfície e regue com bastante azeite de oliva. Leve ao forno para assar por 30 minutos aproximadamente. Corte ainda na assadeira e sirva.

Recheio:Em uma panela coloque o azeite e o alho e refogue até o alho dourar. Acrescente o espinafre picado e refogue até murchar levemente. Acrescente a cenoura ralada e tempere com sal e pimenta. Refogue por 3 minutos e desligue. Reserve.


Gostou deste post? Deixe o seu comentário, é muito importante pra mim!
Curta  FANPAGE  Siga  FACEBOOK PESSOAL  INSTAGRAM @lorysilvafit e fique por dentro do mundo saudável!
Use a tag #projetolory em suasfotos no Instagram

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Posts Recentes

Instagram

Instagram
Sigam @lorysilvafit